Depois de 1 ano da compra do Youtube pela Google pela quantia modica de US$ 1,65 bilhão, o líder das buscas e da publicidade na internet vai oferecer à sua rede de anunciantes vídeos do YouTube. É uma tentativa de aumentar e rentabilizar em cima da gigante audiência que o site gera diariamente e que a cada dia cresce cada vez mais. Os sites poderão utilizar o sistema automático AdSense do Google, que oferece publicidade contextual (com relação às palavras encontradas em cada página), para receber também vídeos e quadros publicitários. Os vídeos terão relação com o conteúdo do site e virão de provedores associados, continuou a empresa, que compartilhará a renda publicitária com o provedor de conteúdo e com o site. É hora de novos diretores anônimos com suas produções se valerem delas para rentabilizar suas produções.